Arezzo: nova loja e campanha!

O Sem Finesse foi convidado para o lançamento da nova loja Arezzo no Shopping Curitiba e, como boa amante do mundo dos sapatos, compareci! Amei, em especial, a nova campanha com a atriz global Sophie Charlotte. Tudo muito fresh, colorido, gráfico e jovial, como o verão tem que ser. Reparem na combinação de cores da foto acima: laranja, azul royal, branco, verde pastel e nude! Não é tudo o que estamos desejando?

Infelizmente, minha câmera me abandonou quando eu tirava fotos da nova coleção, mas vi muitas cores vibrantes – destaque para os shoes em verde bandeira -, detalhes dourados luxuosos e sapatos texturizados. Meus grandes xodós eram no tom azul royal: essa sapatilha azul, coberta de paetês e essa bolsa tipo satchel linda! (fica a dica para o natal! hahaha)

No mais, também amei esses sapatos altíssimos e coloridos, com um feeling 70’s, embalos de sábado à noite:

 

Para as que ficaram curiosas, a nova loja do Shopping Curitiba é super ampla, com um pé direito alto mara e super confortável. E pelo que senti está completíssima com a coleção de alto verão!

Escrevendo esse post, tive um momento sentimental, lembrando do meu primeiro sapato “de gente grande”. Sabe quando meu pé cresceu o suficiente para comprar um lojas para adultos? O modelo era Arezzo: uma sapatilha boneca mary-jane prateada, coisa mais linda do mundo! Até hoje, acho que associo a loja à coisas boas por causa dele. E a melhor parte é que não precisamos oferecer nosso rim para comprar os produtos, né? hahaha

E vocês, lembram do seu primeiro sapato pós infância?

por Manu Salazar

 

 

Encontrinho Sem Finesse + Fashion Descontrol

Aê gente bonita, como vão vocês?

Demorei pra contar do encontrinho, hein? Mas deixa eu explicar: quem foi no sábado ficou sabendo que a caxumba que a Manu pegou mês passado voltou, então ela tá bem malzinha em casa até hoje, e não conseguiu dar nem uma passada no encontrinho, e eu estava bem louca com o trabalho…

Mas vamos falar de coisa boa: o encontrinho foi super legal, as meninas se divertiram um monte (se divertiram, né?) e se descontrolaram com os descontos de 15% a 40% que a Via Mia deu nos sapatos e bolsas maravilhosos da loja! Vamos dar uma olhadinha nas fotos? :)

Teve brigadeiro de chocolate amargo e bicho de pé de copinho da Caramelo Cupcakes

OMG SHOES

OMG SHOES parte II – esse listradinho azul com roxinho veio morar aqui em casa com um precinho bem amigo <3

OMG SHOES – parte III

Sério, tem muita coisa bonita nessa loja, e a gente foi super bem recebida pela Tati, uma das donas da Via Mia, que serviu espumante pra galera e ainda sorteou uma bolsa liiiiinda!

Ainda vai ter mais post do encontrinho, mas só queria agradecer um monte a todo mundo que apareceu no sábado e se divertiu com a gente. Foi muito legal, espero que vocês apareçam nas próximas! :D

por Julia

Hailee Steinfeild para Miu Miu Fall 2011!

Que tal Hailee Steinfield para Miu Miu!? A princípio, achei estranho ver uma mocinha tão novinha vestida de moça madura… Depois entrei em um momento nostalgia: quanto tinha essa idade, pensava em ser gente grande, sonhava alto, olhava para o céu e me inspirava! E, gente, é exatamente esse sentimento que essa linda campanha passou para mim! Sonhos e inocência (e a perda dela, com um batom vermelho e um bom salto alto!). Já sou mais que fã dessa menina linda e talentosa e espero que ela não fique só na promessa!  E meu rim por um desses pumps com glitter! Quero um de cada cor!!!!!

por Manu

Meu rim por um sapato

Em quase oito meses de blog (yay!), não acredito que tinha esquecido de oferecer meu rim pelos sapatos mais fantásticos do mundo: o Marie Antoinette do meu, seu, nosso amado Louboutin:

Só foram produzidos 36 pares deste sapato, e cada unidade custava meros 6,295 dólares. Não da pra ver muito bem, mas essa peça da frente do sapato é um rostinho da Maria Antonieta (com um mega cabelón) de porcelana e pode ser removida. Sabe como é, deixa o sapato que mistura bordados, babadinhos, rendas e tal muito mais básico.

Bem, não é exatamente aquele tipo de sapato que a gente usa pra ir na padoca comprar um pão de queijo no fim da tarde, mas eu queria esse rosinha claro mesmo assim.

por Julia

Meu rim por um sapato (e um “ou não”)

Tá difícil essa semana, vou te dizer. A gente diz que não vai deixar o pobrezinho do blog abandonado e aí a vida bate na porta e diz “não escreverás nada”. Mas tudo bem, hoje é sexta-feira e vou pelo menos compartilhar dois sapatos que vi passeando pelo Jak and Jil.

O primeiro é da Stevie Dance, editora da revista australiana Russh. Sério, eu muito facilmente daria meu rim pra ter esse sapato e esse nome e nunca mais teria um dia triste na vida.

Já o outro podia entrar na seção de “medo do dia”, porque pqp, se eu quisesse ver pé peludo, eu assistia Senhor dos Anéis de novo.

Não sei se isso aí é pele de verdade ou pelúcia, mas de qualquer jeito ia ficar muito feliz se aparecesse um lôco da Peta pra jogar tinta vermelha nessa sapatrocidade.

E bom fim de semana pra todo mundo! Amanhã vou cortar o cabelo e tenho um casamento pra ir, então espero conseguir tirar foto de tudo pra mostrar aqui! : )

por Julia

Meu rim por um sapato

Já faz uns meses que as tachinhas invadiram os casacos, calças, bolsas e sapatos do mundo da moda. Esse post não traz muita novidade, mas acho que esses sapatos cheios de tachinhas têm uma cara super de inverno, perfeitos para serem usados com meia – e acreditem, em Curitiba o inverno já chegou com força total.

Olha só as rycas no Jak and Jil de Prada, com modelos iguais-mais-diferentes. Adoro a meia roxa!

Esse aqui não consegui descobrir de que marca é, mas se tá nos pés de alguém do Jak and Jil, a gente sabe que tá fora do nosso orçamento.

E esse azul anos 80 da Topshop? Absurdo!

A clássica Burberry também investiu em uma sandália de tachinhas bem gata:

… que depois foi, digamos, uma inspiração pra Renner!

Na última semana eu passei na Renner e vi toda essa nova coleção de sapatos, que tá fenomenal. Além desses dois que tem na foto, tem vários outros sapatos cheios de tachinhas, bem bonitos e com preços razoáveis.

Alguém mais sabe onde achar sapatos de tachinhas sem ter que desembolsar um rim?

Por Julia

Meu rim por um sapato

Para esta seção, nesta semana, eu e a Ju decidimos homenagear Alexander Mcqueen, estilista britânico que morreu nesta última semana. Já declarei meu amor por seus sapatos no primeiro post desta categoria, e continuo achando seus saltos monumentais verdadeiras obras de arte. Alguns mais usáveis, outros nem tanto, como as plataformas da última coleção que apareceram nos pés de Lady Gaga em “Bad Romance”.

Uma vez eu li uma matéria em alguma Vogue na internet que mostrava repórteres que testavam os sapatos mais altos da estação, entre eles esses McQueen, mas não consegui encontrar o link. Se alguém achar, me avisa?

Aqui estão os sapatos que eu a Ju escolhemos como preferidos. Não são lindos?

E por fim um adendo, o “meu rim por uma clutch”, pelas quais McQueen era famoso:

Perda lastimável.

UDATE:

Pesquisando um pouco mais, achei o link das moças “comuns” usando sapatos mais altos da temporada Fall 2009. Não tem nenhum McQueen como eu achava que tinha… mas tem aqueles absurdos Nina Ricci. E não era na Vogue, era na New York Magazine… Pra quem entende inglês, o vídeo é bem engraçadinho com comentários do tipo “imagine chegar em casa bêbada com esses sapatos?” ou “eu não acho que o meu seguro cobre esses sapatos”

Na Vogue, que era onde eu achava que estava a matéria, tem uma outra reportagem, no September Issue. Nela, a repórter explica que para sobreviver a esses “skycrapers heels”, é preciso fazer um treinamento físico prévio. De fato, nem as modelos aguentam esse tipo de salto! No desfile do McQueen desse ano, teve uma pobre modelete que desistiu de andar na passarela por medo dos saltos absurdos! Mas também, como dá pra ver aqui, Abbey Lee Kershaw já tinha caído num desfile Rodarte, desmaiado em um do McQueen e torcido o joelho em outro Rodarte! Pobre moça!

por Manu

Meu rim por um sapato

Semana passada aproveitei esse espaço para falar sobre uma designer nova, que ainda disputa seu espaço nos pés das pessoas de bom gosto desse mundo.

Já essa semana resolvi apelar pra covardia e falar da coleção de primavera de John Galliano pra Maison Dior.

Sim, queridas, coleção de alta costura: porque a gente é pobre mas a gente bem que pode sonhar com essas pequenas perfeições de cetim com lacinhos.

E esse saltinho torcido? Morri.