Beleza de sexta

Faz tempo que eu não posto nada pra alegrar o fim da semana dos proletários do mundo que acharam que não iam aguentar mais uma semana de trabalho, né?

O achado dessa semana é o trabalho do fotógrafo texano Ignacio Torres, e seu editorial fotográfico “Stellar”, lindo e cheio de movimento.

Lembrando um pouco os cinemagraphs da Jamie Beck só que com um toque de psicotrópicos, as fotos exploram a teoria de que os humanos vêm da matéria cósmica que surge a partir da morte das estrelas. Humm, vamo parar com esse papinho pretensioso e vamos às fotos!

Bacana, né? :)

por Julia

Beleza grega

O fotógrafo Erik Madigan Heck fundou em 2007 a revista Nomentus Quarterly, chamada pelo NYT como “a revista mais cara do mundo”.

Ok, ninguém aqui vai pagar mais de seis mil dólares em uma única edição de uma revista – por mais maravilhosa que ela seja -, mas o fato é que ele faz um trabalho realmente incrível. A sorte é que o conteúdo da revista está online e gratuito, ufa!

Com a proposta de fazer ensaios de moda e alta costura artísticos e (apesar do meu asco por essa palavra) diferenciados, a revista tem fotografias realmente fenomenais!

Do que já olhei por lá, o meu ensaio preferido é com as roupas da estilista grega Mary Katrantzou, impecavelmente colorido, estampado e inspirado:

mary_katrantzou Erik Madigan Heck

mary katrantzou Erik Madigan Heck

mary katrantzou Erik Madigan Heck

mary katrantzou Erik Madigan Heck

mary-katrantzou-erik-madigan-heck

mary-katrantzou-erik-madigan-heck

mary katrantzou Erik Madigan Heck Ensaio dos sonhos!

por Julia

Beleza em movimento

Eu  conhecia o Tumblr da fotógrafa Jamie Beck há um tempo e já era apaixonada por suas imagens lindas e eventuais looks do dia (sempre inspirados por ícones de beleza e moda clássicos, como Grace Kelly, Katharine Hepburn e Audrey Hepburn.

Além de fazer fotografias maravilhosas, ela tem um projeto muito bacana de imagens que ela chama de “cinemagraphs”. Ok, basicamente é um gif, mas o movimento das imagens é tão sutil e poético que dá pra entender que não é uma foto nem um gif. Só vendo pra entender:

model hair from me to you cinemagraphs

hot dog from me to you cinemagraphs

red hat from me to you cinemagraphs

barber shop from me to you cinemagraphs

Além dessas imagens lindas, nessa semana a modelo Coco Rocha divulgou uma série de cinemagraphs que a fotógrafa fez dela e olha, é de ficar sem fôlego:

Coco Rocha from me to you cinemagraphs

Coco Rocha from me to you cinemagraphs

Coco Rocha from me to you cinemagraphs

Incrível, né?

por Julia

Bazar neste sábado

Eu ando meio sumida nesses últimos dias, mas é por um ótimo motivo: neste sábado a Dani, do Fashion Melon, vai fazer um bazar aqui em Curitiba, e, para colocar junto às roupas lindas com preços amigos, estou fazendo uma fornada gigantesca de cupcakes pra levar lá.

A Dani já adiantou que o bazar vai estar cheio de tendências pro inverno: militarismo, correntes, tachinhas, saias e vestidos de renda (sai que esses já são meus!), acessórios, esmaltes e muito mais!

Já da minha parte, garanto deliciosos cupcakes de Ferrero Rocher, limão com framboesa e baunilha com chocolate.

Então só reforçando o convite às pessoas bonitas de Curitiba: neste sábado, 20 de março, a partir das 14h, roupas bonitas com preços legais, cupcakes e bebidinhas.

Convenci?

Por Julia

Piores do Golden Globes

Nem só de beleza e glamour vive o red carpet. Sempre tem algumas atrizes que, por mais belas e talentosas que sejam nas telas, escorregam no tapete vermelho. Nessa edição do Golden Globes que estava tudo molhado então… Piadinhas bobas à parte, vamos ver a parte mais divertida da premiação:

Maria Menounos

Manu: Ok, a chuva piorou um pouco a situação da Maria Menounos. Mas cauda vermelha no tapete vermelho? Ton-sur-ton demais pra mim. E acho que o modelo ficaria melhor num cocktail dress. E, on top of the cake, tem esse cabelo e esses brincos e esses cílios e é tudo demais.

Julia: Cabelo opaleveiumsusto e esse vestido curto na frente e comprido atrás tão terríveis – ficaria bem mais bonito na altura dos joelhos, aí sim podia entrar até na lista dos melhores. E achei que o brinco tem cara de bijuteria barata #prontofalei.

Drew Barrymore

Manu: A impressão que eu tenho é que uma criatura está comendo o Versace da Drew Barrymore que sem esse arranjo seria lindo. A maquiagem e o cabelo estão bem bonitos, mas fico agoniada com esse vestido.

Julia: O complicado dessa roupa é que o vestido seria lindíssimo sem esse pepino do mar (de acordo com votação feita na cobertura online da premiação) que tá colocado ali no quadril e nos ombros. de resto, Drew é diva, sempre fofa, linda e gracinha, dá vontade de apertar as bochechas.

Sandra Bullock

Manu: A musa do fim dos anos 90 está linda da cintura pra cima. O cabelo, aquele meio solto e meio preso que a gente tem visto todo dia quase na cabecinha da Tailor Swift ornou no rosto dela, esse decote do Bottega Venetta dela é lindo, essa cor do vestido é linda, os brincos são lindos. Ficou bem deusa grega. Mas daí se você olha pra baixo, o que é essa saia? Tudo bem que transparência está em alta, mas acho que não é legal parecer que ela se esqueceu do forro do vestido e ficou com as pernocas de fora. Mas o olho tá legal com delineado roxo (por mais que combine com o vestido)

Fergie

Manu: Como diria o Robert Downey Jr. em Trovão Tropical, “you never go full prom”. E foi o que a Fergie fez: mesmo na tendência dos tons pastéis, ela parece que vai direto para a festa de formatura tradicional nos Estados Unidos. Falta emoção. E esse cabelo solto e a falta de acessórios (uma pulseira só) colaboraram pra isso tudo.

Julia: Eu tenho um conceito muito pessoal de “gordinha debutante”. Não que ela esteja gordinha, mas é aquela coisa que eu total vejo essa roupa em uma menina desengonçada de 15 anos entrando na sociedade absolutamente sem nenhuma noção ou bom gosto. Sem dizer que a pele da Fergie tá um BAGAÇO, dá pra ver bem nessa foto.

Julianne Moore

Manu: Se uma ruiva ganhou entre as melhores, outra ganhou entre as piores. Do look da Juliane, eu salvo as jóias lindas. O vestido é muito estranho, o pano é esquisito, a cor-de-rato não favorece a pele e o cabelo dela (que são lindos). E o modelo, deixou tudo engruvinhado (nunca pensei que escreveria isso). Feio, Julianne. Mas a make tava linda. Pele impecavel, sombra cinza pra destacar o olho azul e muito rímel.

Julia: A Julianne Moore é ruiva, linda e poderosa. Aí me pergunto por que a pessoa coloca esse vestido em T com esse babadinho feio, essa costura (torta) no meio e esse tecido horrível! Sapato e brinco lindos, mas usa com outra combinação, faz favor!

Anna Paquin

anna paquin golden globes 2010 stephen moyer 07

Julia: Amiga, ousei! Cagou tudo, Anna Paquin. Muito brilho, muito decote, essa fenda horrenda, esse sapato medonho, essa perna torta. Jesuis, tudo errado, tudo muito errado! Só salva por causa do acessório que ta segurando o guarda-chuva.

heidi klum seal 2010 golden globes red carpet 05

Julia: Se quando tava grávida ela usava uns vestidos incríveis, agora a Heidi Klum encarnou a mãe de família e apareceu vestida de madrinha de casamento – ela é tipo a tiazona da gordinha debutante. Azul bebê, canutilho e esse decote que não tá segurando muito bem ta difícil de engolir. E ainda tem essa clutch furta-cor que não sei nem o que dizer.

kate hudson golden globes 2010 08

Julia: Tem um episódio de Friends que o Chandler termina com uma namorada, a Joanna, porque ela tem aquele acúmulo de rímel na parte de dentro do olho. só consegui lembrar disso na hora que vi a maquiagem da Kate Hudson. Além disso, achei que esse tom douradinho nos lábios tem uma cara muito de socialite de 60 anos de idade.

Créditos: Temptalia Just Jared