chanel

Karlie do dia

Nem adianta eu tentar esconder o quanto eu amo a Karlie Kloss. A modelo americana com cara de gata me conquistou faz tempo e pelo jeito os editores e estilistas também não vão se cansar dela tão cedo.

Esse editorial da Vogue australiana me deixou suspirando com as roupas fantásticas, a beleza da Karlie e a maquiagem de rica-milionária-iluminada de batom vermelho, incrível!

A cara da riqueza!

por Julia

Hoje é dia de Couture!

Amanhã começa a semana de Alta Costura, ou Haute Couture, em Paris e  a gente aqui do Sem Finesse fica muuito feliz! Como dizia Christian Lacroix (cuja grife faliu e infelizmente não é mais considerado couturier), “a Haute Couture deve ser divertida, meio boba e quase impossível de usar”. Eu amo demais e vocês? Adoro quando os estilistas se jogam num universo de sonho completo e criam personas inexistentes ou trabalham clichês em forma de vestidos  e roupas impressionantes. A questão é menos consumo e mais imaginação. É o momento de os estilistas expressarem suas visões do mundo em forma de tule, seda, rendas e outros mil tecidos da mais fina qualidade. Nas últimas estações, porém, alguns estilistas deixaram isso um pouco de lado para investir em peças absolutamente impecáveis, com costuras e alfaiataria perfeita, o que não deixa de ser legal, né?

Olha que legal esse editorial chamado Crazy Couture da Elle de Maio!

Enquanto isso, fiquem com algumas imagens da Haute Couture Fall 2010 e Spring 2011 :

Armani Privé

Alexis Mabille 

Bouchra Jarrar

Chanel 

Dior 

Elie Saab 

Givenchy

Jean Paul Gaultier

Valentino

por Manu

Campanhas Fall 2011/2012

Adoro me inspirar com as imagens das campanhas de moda! É uma das coisas que mais gosto de ver nas revistas de moda? E vocês? É engraçado, pois em revistas comuns, não costumo gostar de anúncios, mas nas femininas, é pura alegria!

As campanhas de inverno 2011/2012 estão muuuito legais! Confira algumas que já apareceram por aí:

Tim Walker fotografou Julia Saner para Mulberry. In love com esse cenário! E o styling? Quero tudo agora!

Muito já se falou da new-face da Miu Miu, a atriz Hailee Steinfield… O clique é de Bruce Weber e acho que ficou na expectativa. Transformaram uma garota de 14 anos na mulher Miu Miu, bem fina, chiquérrima e fashion forward. Sou absolutamente apaixonada por esses sapatos tromp l’oeil tanto da Miu Miu como da Prada.

Inspiração eighties na campanha de Giuseppe Zanotti, com Anja Rubik clicada por meus ídolos Inez van Lamsweerde and Vinoodh Matadin. Destaque para a sandália multi-tiras e multi-cores. To die for!

A top-top Claudia Schiffer é a modelo da Chanel Eyewear, obviamente clicada pelo mil funções Karl Lagerfeld (pergunta que não quer calar: ele dorme?). Amei os óculos, mas a campanha é mais do mesmo!

Fico hipnotizada com a cartela de cores desse anúncio Jil Sander. O fotógrafo é Willy Vanderperre e a modelo Daria Strokous.

Da esquerda para a direita Liu Wen, Constance Jablonski, Jac Jagaciak, Kate King, Isabeli Fontana, Maryna Linchuk. Roupas magníficas no dream-team da Dolce & Gabbana clicados por Steven Klein.

Melhor ainda achei a explosão de cores da D&G. Amo demais um inverno colorido! O clique é do requisitado Mario Testino e os modelos são, em ordem, Tao Okamoto, Guy Robinson, Melodie Monrose, Alexander Johansson, Marique Schimmel, Aiste Kliveckaite, David Agbodji.


A campanha da Prada é minha favorita da estação! Steven Meisel clicou meninas suuuper new-faces em tons pasteis e carinhas mau humoradas. As duas da foto são Ondria Hardin e Frida Gustavsson.

O mesmo Steven é o responsável pela campanha bapho da coleção absurda da Louis Vuitton. O clima é o mesmo do desfile, com damas misteriosas, seus looks sensuais e uma atmosfera luxuosa. Na foto, Daphne Groeneveld e Anaïs Pouliot, dois dogs lindos e bolsas desejo!

Na campanha Core Values, a Vuitton traz Angelina Jolie num clássico clique de Annie Leibovitz no Camboja. Adoro o ar dessa campanha, é tão inspirador, não? E a bolsa detonada deu um toque muito legal – imagino até que seja a própria bag da atriz!

Achei esse shot da Burberry Prorsum meio sonolento e pouco criativo. Mas cumpre a função de mostrar o produto, né? Vestindo casacos e bolsas desejo estão Amber Anderson, Molly Smith, Thomas Penfound, e a atriz Felicity Jones. O fotógrafo é Mario Testino.

A top no 1, Raquel Zimmerman para Jimmy Choo. A campanha é de Steven Meisel. Sou mais ela para Animale, viu?

“I whip my hair back a forth!” é o mote da campanha de Jill Stuart, por Mario Sorrenti. Adorei as cores do vestido e o movimento da modelo Monika Jagaciak.

A musa Isabeli Fontana está super clássica na campanha Bottega Veneta. Será que a meia branca vai finalmente vingar???

E pra fechar, Freja Beha Erichson para Isabel Marant. Amei esse branco total, tendência que eu super amo no inverno! E amo Freja! E amo Mario Sorrenti! Win win win?

por Manu

Sem Finesse comenta: baile do MET 2011!

Depois do SAG, do Oscar, do Bafta e do Golden Globes, a gente aqui do blog entra numa crise de abstinência de red carpet sem precedentes. É triste.

Por sorte, a Anna Wintour, essa linda, realiza anualmente o baile do MET, organizado pelo Metropolitan Museum of Art e pela Vogue.

Nesse ano, o evento inaugura uma exposição que homenageia o trabalho do estilista Alexander McQueen. Por isso, achei que ia ver quase só vestidos do estilista, mas as bonitas que apareceram por lá variaram bastante nos modelos, cores e estilistas!

Como a animação é grande e a lista de convidados idem, organizamos o post por cores/brilhos e tendências que apareceram por lá! Esperamos que vocês gostem :)

Pretinhos com emoção

O pretinho básico não teve espaço no MET! Transparências, rendas, penas (eca!) e estampas deram o tom nos vestidos desse ano:

Christina Ricci Zac Posen Dress Met Gala 2011

Ju: Christina Ricci apareceu linda nesse modelo justíssimo (gente, que cintura é essa?) todo trabalhado na transparência teia de aranha (Vandinha, é você aí?). Acompanhada pelo estilista Zac Posen, responsável por essa belezura, achei que ela estava lindíssima e confiante nesse modelo que facilmente podia parecer esquisito!

Manu: Confesso que ela não é minha atriz favorita no quesito fashion. Só de olhar pra ela, sinto 1998 mandando beijos. Mas o vestido estava drama, e é o que o baile do MET pede. A peça estilo sereia gótica acentuou o corpo dela de uma maneira que é raro um vestido longo conseguir: caimento justo perfeito. Podia ter feito algo mais legal com o cabelo, mas a make tá legal pro vestido. Se ela estivesse maquiada, todo mundo ia achar que a mãe dela, a Mortícia, tinha marcado presença.

sofia-vergara-met-ball-Carolina Herrera

Ju: Antes de começar a ver Modern Family eu torcia o nariz para a gostosura da Sofia Vergara, mas agora eu simpatizo tanto com ela que vocês nem sabem, hahaha! Por isso, talvez eu seja um pouco tendenciosa com esse look, mas eu achei que esse vestido Carolina Herrera ficou FENOMENAL nela!

Manu: Sofia é muito linda, né? Representou toda sua latinidade de maneira fenomenal. Acho que o vestido é uma peça meio atemporal, né? Para mulheres de várias idade e muito chique. É isso que eu penso, quando lembro de Carolina Herrera. Se Sofia tivesse tentado algo conceitual, ia ficar forçado, por que ela faz aquele tipo gostosona. Ficou linda sem ser vulgar, né? Pra mim, a faixa verde faz o vestido.

penelope-cruz-oscar-de-la-renta-met-ball-2011-oscar-de-la-renta

Ju: Penelope Cruz cabô de ter filho e tá aí do alto dos seus 37 anos humilhando todas nós chegando no MET junto ao Oscar de La Renta, tá bom ou quer mais? O vestido é gato e o cabelinho chique anos 40 é lindo, só não virei fã da bolsa, que parece ter sofrido um acidente a caminho da festa.

Manu: Mal consigo reparar no conjunto da Penelope: só tenho olhos para o brilho do cabelo. Meu deus, amiga! Conta pra gente qual é o shampoo!! E não adianta dizer que é L’Oreal (Porque tu lo vales) que eu não acredito… Acho que é o efeito bebê + papi Javier. Tava muito linda ela, né?
leighton-meester-met-ball-2011-louis-vuitton

Ju: A Leighton Meester já tem um histórico de, hum, experimentar no MET então esse look Louis Vuitton até que foi normal. O vestido é legal e o sapato me deixou babando no desfile, mas achei que junto era muita tira de couro na horizontal, sabe como? Não ornou muito bem. E gente, sério, ela nunca mais vai tirar a sobrancelha? Tá me dando faniquitos aqui!

Manu: A Leighton foi uma das primeiras a usar essa coleção de inverno da Louis Vuitton. E eu fiquei decepcionada por ela não ter incorporado o ar fetichista do desfile. O vestido é lindo, mas não vejo onde ele se encaixa em um look dela, que é super fashion forward, no MET. Balde de água fria total por que é longuete, por que o brinco, a bolsa, a make e o cabelo são muito conservadores. Parece que ela quis cortar o ar absurdo de um vestido de tiras e transparência, contrapondo tudo com um styling chato. O ponto só vai para o sapato que é meio estranho, mas achei gato.

demi-moore-met-costume-gala-2011-lucy-liu-vionnet-dress

Ju: Demi Moore e Lucy Liu se jogaram na tendência das penas. Diquinha de amiga: não faça isso. NUNCA.

Manu: Desde que essa tendência apareceu por aí, sempre achei que cria volumes esquisitos e faz a mulherada ficar meio AVE. Esforço Man Repeller admirável da Lucy Liu, que tem cintura e peitos de pena, além de saia transparente. Se ela queria ficar bizarra, conseguiu. A Demi nem tava tão feia, mas sei lá, meio que dormi no meio de analisar esse vestido “vamos chocar a sociedade com penas pretas de corvo ou galinha”. No Brasil, a gente acha mau agouro, tá?

Clarinhos com emoção

salma-hayek-met-ball-2011-Alexander McQueen

Ju: Se é pra homenagear McQueen, que seja com Salma Hayek absolutamente deslumbrante nesse modelo incrível. Sério, eu não sou fã de nudes e clarinhos e to aqui CHORANDO com a beleza desse vestido.

Manu: Ninguém sabe vestir McQueen como Salma. E Jesus, que caimento, que proporcionalidade! Amei tudo, principalmente o fato de a rosa se incorporar com tanta leveza no meio da organza! E beijo pro seu cabelereiro, Salminha. Me passa o tel que eu quero esse corte e esse brilho?

Liv Tyler MET Costume Gala 2011 Givenchy Couture

Ju: Liv Tyler também me deixou suspirando com esse Givenchy alta costura inacreditável! Ok, aqui também tem peninhas e tal, mas dá pra ver a diferença da proposta dos vestidos da Demi e da Lucy Liu pra essa belezura aqui, né? Lindo, lindo, lindo!

Manu: Se a pessoa sai de casa com um vestido dessa coleção da Givenchy, ela já tem muuuita chance de arrasar. Liv estava mais perfeita do que já é, algo que eu achava impossível. Curto que ela mostrou que a coleção não só fica bem em mulheres cabide como Cate Blanchett e Florence Welch. E o fato que a clutch (acho que é McQueen, não consigo ver direito) combina com o detalhe das costas do vestido e com o degradé da barra me deixa tão feliz.

leelee-sobieski-met-ball-2011-alexander-mcqueen.

Ju: A Leelee Sobieski foi outra que homenageou McQueen nesse modelo minimalista com o detalhe douradinho na cintura. Achei o modelo lindo e ela usou bem com o cabelón, mas essa maquiagem de “oi, você pode ressaltar minhas olheiras e cara de cansada, por favor?” não ajudou muito.

Manu: Amo muito esse modelo McQueen e acho que representa muito bem o estilista. A Leelee (que nome é esse, gente?) usou bem o branco sem parecer uma noiva no red carpet, algo louvável. Se tivesse um cinto desses, provavelmente eu usava ele todos os dias da vida. Mas sem sombra vermelha, né?

jessica-stam-met-gala-2011

Ju: A modelo Jessica Stam me deixou esmbasbacada com esse vestido rosinha sonho de tule! O cabelo enroladinho lindo, colar delicado e o carão também estavam perfeitos!

Manu: Ela foi minha favorita do evento. Muito princesa rock n’roll, com esse vestido bolo nessa cor rosa fofa, mas assimétrico e com essa sandália meio esquisita. Li por aí que o modelo é Tommy Hilfilger, informação que achei curiosa por que nunca vi um look de red carpet do estilista. O cabelo e o colar dera o ar de princesinha barbie para completar tudo! Só acho que o decote poderia estar mais ajustado. Na foto, me dá um certo desespero de que, a qualquer momento, o tomara-que-caia vai completar seu intuito.

taylor-swift-met-J. Mendel

Ju: Tá tudo super bonito, certinho, combinandinho, mas tem algo que eu não curto na Taylor Swift, foi mal aí pra quem curte (oi, Manu!).

Manu: Em algum momento, a Ju entendeu que eu curto a Taylor. Sai de mim, mulher! Meu comentário sobre esse look: zzzzzzzz. Mentira. O vestido é lindo, só que o estilista teve o azar de escolher a celebridade mais repetitiva do universo. Sim, Taylor, esse look fica bonitinho em você, mas inova UM TICO, PLIZ. E batom vermelho com sombra rosa não classifica nada drástico, oks?

freida-pinto-met-ball-2011-chanel

Ju: A primeira vez que vi esse vestido eu não achei grandes coisas. Depois comecei a reparar no caimento perfeito e na coragem que precisa pra aparecer com um vestido branco liso como esse Chanel e dei mais crédito à Freida Pinto. Não é meu preferido, mas subiu no meu conceito!

Manu: Curto muito a Freida. E achei que a escolha dela é bem o que eu imagino ver nesse evento. Diferente, inovador e deslumbrante. Gostei muito do penteado, meio Jessica Rabbit, super sexy, para balancear a gravatinha. Só teria escolhido outro sapato, por que, com tanta criatividade, peep toe preto dói. Além de pesar o look.

"Alexander McQueen: Savage Beauty" Costume Institute Gala At The Metropolitan Museum Of Art - Daphne Guiness

Ju: Amiga do McQueen e conhecida por fazer aparições bem excêntricas, Daphne Guiness não decepcionou com esse McQueen. Lembram do que eu falei antes de penas e tal? Nesse caso, esqueçam :)

Manu: Aqui o look galinha fashion ornou, por que a pessoa segura com confiança e sorriso no rosto. Homenagear o amigo Lee com essa pompa é tudo que Daphne quer com esse look absurdo. Lady Gaga tem muito o que aprender. E só eu adorei o look do cara ali do lado??

kate-hudson-met-ball-2011-Stella McCartney

Ju: Oi, Kate Hudson tá prenha e eu nem sabia. O vestido é bacana e funcionou bem com o barrigão, mas alguém MIXPLICA essa aranha de brilhantes no meio da cabeça dela? Grata.

Manu: O barrigão foi novidade para mim. O vestido parece aquele rosa com flor que a Natalie Portman usou esses tempos. Me incomoda demais o amassado no cetim e a costura meio esquisita nas costas. Se você for para um red-carpet algum dia, jamais escolha esse tecido. E esse cabelo de “noiva no Havaí” me dá agonia.

Bordados

diane-kruger-met-ball-2011-jason-wu-embroided-dress

Ju: Diane Kruger nunca decepciona, mas dessa vez ela apareceu ainda mais estonteante mostrando as pernocas nesse Jason Wu. O cabelo com ondas perfeitas e a boca vermelha completaram um dos looks mais incríveis da noite!

Manu: Eu falei que a Stam tinha sido minha favorita, mas Diane Kruger me deixa balançada. Eu absolutamente amo essa coleção de Jason Wu, já fiz mais de um post a venerando. E Diane é perfeita, né? Cabelo sensacional. E ela segura demais essa fenda e a simplicidade barroca do traje (alô contradição das três da manhã).

gwyneth-paltrow-met-ball-2011-stella-mccartney-

Ju: Pra quem não sabe, eu CAGO pra Gwyneth Paltrow. Acho ela uma atriz absolutamente medíocre, bonitinha, mas nada de extraordinária e já tinha provado que não sabia cantar em Duets (quem lembra?) e agora aparece em Glee e “ai ela canta” e EIKE PREGUIÇA! Isso dito, achei a frente desse Stella McCartney bem do tipinho dessa aí, mas aí vi as costas e a fenda e morri oito vezes. Sério, fenomenal! E tenho que admitir que ela segurou muito bem o modelo. Respeito!

Manu: A rainha do minimalismo aparece mais uma vez em um look estatuesco. Apesar do amor da Ju, me dá um pouco de sono a Gwyneth de nude. Sei lá. Tava legal, mas eu esperava mais cor da parte dela. E Calvin Klein, né, por favor.

beyonce-met-ball-2011-pucci dress

Ju: Beyonça tava incrível nesse Pucci bordadão dourado que deixou ela ainda mais com corpo de sereia! Não sou super fã do decote, mas amei as costas do vestido e adorei o coque, uma espécie de nó torcidinho super fofo e diferente!

Manu: O look da Beyoncé era o que eu esperava dela. Tapa na cara da sociedade com esse decote estranhissimo, barra de sereia. Deve ser uma tortura usar esse decote estruturadão, né? Mas ela tava lá, com um sorriso no rosto

sarah-jessica-parker-met-ball-2011-alexander-mcqueen

Ju: Amiga de longa data do Alexander McQueen (coisa mais fofa eles juntos no MET em 2006!), Sarah Jessica Parker homenageou o estilista com um de seus vestidos e ficou maravilhosa! Quem diria que um vestido de manga longa e sem decote podia ser tão sexy, né?

Manu: SJP Sou sua fã demais. Esse bordado é lindo, com uns padrões e desenhos super legais. Achei que ela deixou a peça falar por si, sem muito acrescentar. Lindo o cabelo sessentinha!

blake-lively-met-ball-chanel

Ju: Esse Chanel tem tudo pra ser certo, mas eu acho ele tão errado! Esse bordado embaixo do peito é esquisito, não sei, não desceu muito bem aqui.

Manu: Meio Jasmin do Aladim esse Chanel, né? É o que a personagem de cartoon usaria se fosse ao baile do Met. Eu não desgosto, mas meio que acho feio. A Blake segura, mas sei lá. A modelo de amarelo ouro no fundo me deixa mais feliz. E por favor, Blake, cadê a cor de cabelo mais perfeita do mundo? Ninguém merece esse ruivo água de vina (salsicha para as não curitibanas…).

fergie-josh-duhamel-met-ball-2011-marchesa

Ju: A Fergie ficou decepcionada com o vestido do casamento real e decidiu ir vestida de noiva do jeito que ela acha que uma noiva deve ser: bordada, brilhante, com renda e tule. Menos, Fergie, menos.

Manu: Tudo o que disse a Ju. Fora de contexto, você pode jurar que essa é uma foto de recém casados.

iman-met-costume-gala

Ju: Iman, num sei quem fez esse MACACÃO DE PAETÊ DOURADO (caps lock pra ressaltar o absurdo) aí, amiga. Só te respeito porque você é casada com o Bowie e tem 56 anos com ESSE CORPO (caps lock pra ressaltar o absurdo, novamente). Ainda assim, maridón tem algo a te dizer, Iman:

Manu: Na minha humilde opinião, a Iman segura qualquer peça e esse macacão dourado não é diferente. Se eu gostei, é outra história. MAS QUEM SOU EU, não, é? Com quase 60, ela tá melhor que eu hahaha!

kirsten-dunst-met-ball-2011-chanel

Ju: Eu não sei bem o que achar desse Chanel. O bordado é bonito, mas parece um pouco o tipo de coisa que dá pra achar na 25 de março, sabe? E sei não, essa confusão de decotes não me agradou muito. O mais triste é que acho que se alguém sem essa atitude cagada da Kirsten Dunst tivesse usado o vestido, ele ficaria mais interessante!

Manu: Nesses eventos, sempre tem alguma celebridade que fica com cara de madrinha de casamento cansada. Só me impressiona o fato de Kristen fazer isso usando um Chanel Haute Couture com um bordado tão lindo. O tom de azul marinho é muito legal, mas ela podia ter pedido para modificar o decote. Sei lá, acho que não tinha muito jeito não. O sapato não tem nada a ver com o vestido, o cabelo tá tão blá que parece que acabou de sair da academia, e ela tá com cara de odeio muito tudo isso. Blé pra você, Kristen.

mia-wasikowska-saoirse-ronan-met-ball

Ju: Mia Wasikowska tava fofíssima com esse vestido cheio de florzinhas bordadas (lembra da minha paixão recente por texturas? Então!). Poderoso e perfeito!

Manu: Apesar do amassado na saia, o vestio da Mia era muito legal! O decote é muito inovador e a saia é divertidissíma. Dá para ver que ela está feliz com o look, sabe? Os sapatos poderiam ser outros, mas, ah, ela acertou tanto!

renee-zellweger-met-ball-2011-Carolina Herrera

Ju: Renee Zellweger é outra que eu normalmente acho mais sem sal que comida de hipertenso, mas achei ela super bonita no baile desse ano! Também, o decote do vestido ajudava bastante, né? :)

Manu: Sei lá, nude, decotão, costas estranhas. O cabelo tá lindo, mas o resto não me deixa feliz. Acho que ela é antipática, sabe? Saudade do tempo Bridget Jones..

michelle-williams-met-ball-2011-Miu Miu Dress

Ju: Depois daquele vestido desastroso do Golden Globes, Michelle Williams precisava se redimir. E olha, eu sei que a Manu amou esse vestido, mas não achei grandes coisas. PRONTOFALEI.

Manu: Eu amo a Miu Miu de paixão. Então, pra eu falar mal de uma rara aparição da marca no red-carpet, tá ruim, heim! Amei o pretinho que a Michelle escolheu. O detalhe do ombro é maravilhoso, os pássaros são lindos demais (alguns parecem que estão saindo do vestido). Ok, talvez nem seja tão bonito, mas eu amo pássaros e Miu Miu.

madonna-met-ball-2011-stella-mccartney

Ju: O modelo desse vestido é impecável e ficou lindo na Madonna, mas essas estrelinhas no rabo do vestido azul me deram uma impressão muito Fantasia, sabe?

Manu: Saudades do tempo em que a Madonna praticamente colocava melancias na cabeça para aparecer. Vestido bonito, cai super bem, afinal, ela pode usar qualquer coisa. Mas me deu SONO.

Este vestido foi inspirado pelo Mickey.

rihanna-met-ball-2011-Stella McCartney

Ju: Rihanna finalmente admitiu sua inspiração na Pequena Sereia e apareceu assim na festa. A renda bordada é linda, mas não amei o modelo. As sandálias são horrendas, o cabelo tá deslocado e os brincos turquesa são bonitos, mas não nesse look, tá, amiga?

Manu: Como quase sempre, tá tudo meio errado com a Ri Ri. Eu gosto muito dessa renda Stella McCartney, e acho que ela segurou bem. Mas como disse a Ju, o resto tá tudo feio.

Coloridos

Ju: Ah, azul cobalto, como eu senti sua falta! Esse vestido plissado poderia ficar simples demais em qualquer cor, mas ficou simplesmente perfeito assim! A Eva Mendes segurou bem o vestido meio anos 70 da Stella McCartney, que ficou lindo nela!

Manu: Noss, amei demais esse vestido. Anos 70 é tudo que estamos canalizando hoje em dia, né? A Eva soube interpretar isso com a atitude do vestido de uma manga só. Algo no cetim pregueado me fascina!

Ju Eu sei que vou ser execrada por isso, mas não dou muita bola pra Gisele não. É óbvio que ela estava linda nesse Alexander McQueen maravilhoso, mas não tá entre as minhas preferidas!

Manu: Diva. Com cara de “I own this shit, bitches”. Só que, no lugar dos palavrões, purpurina, né. Menção pro cabelo e pra clutch. Meus sonhos.

Ju: Ginnifer Goodwin mandou BEM nesse modelo verde escuro, as sandálias pesadas em uma cor levemente contrastante e a carteira azul marinho! Amei demais da conta! A maquiagem não precisava (não devia, na real) seguir o verde-turquesa-azul da roupa, mas não estragou as coisas pra mim, não!

Manu: Esse modelo Gucci anda bem famoso, né? Eu gosto, mas questiono esses buracos na barriga. Amei o colar!!! Curti a estampa da convidada ali à direita. PS – Gente, abafa, nem é Gucci! É Topshop Unique! Quem diria, fast fashion couture! haha

Ju: A Rosie Huntington-Whiteley é uma ofensa sempre, mas achei ela ainda mais bonita nesse modelo de cetim rosa beeem decotado e com a fenda enorme. Minimalista e elaborado na medida!

Manu: Rosie é daquelas que podem usar trapinho e continuam lindas. Com uma perna dessa, uma mulher pode passar com qualquer coisa, né? E por isso ela foi de camisola rosa pink, que só fecha em um determinado ponto estratégico de sua barriga. Bizarro em qualquer outra pessoa, fantástico nela.

Ju: Kristen Stewart usou sua já conhecida cara de cu e um vestido Proenza Schouler para o evento. Dispenso. Próxima!

Manu: Uma das primeiras vezes que eu gosto do vestido que a Kristen usa. Mas a cara dela sempre estraga tudo. E que sapato MEDONHO!

Ju: Jenny from the block mostrando o que é carão! Esse Gucci pink totalmente anos 70 precisava de alguém de peito pra funcionar e olha, pra mim funcionou!

Manu: J. Lo parece uma mulher de outros tempos com esse vestido. Ficou pra história para mim! Toda vez que pensar em pink, lembrarei dessa atitude dela. Diva absoluta!


Ju: Evan Rachel Wood, cê tá linda e divônica, mas vai comer uma pizza depois do evento, ok?

Manu: Depois de ver Mildred Peirce, fiquei com medo que a Evan pise em cima de mim com seu salto stiletto. Tá linda, mas nenhuma surpresa por aqui, né?

Ju: Eu não curto muito a Isabel Lucas porque eu simplesmente não faço a mínima ideia do que ela já fez nessa vida, mas ainda assim achei ela fenomenal nesse vestido Louis Vuitton coral. O acessório de cabeça (oi, qual o nome disso?) é dispensável, mas acho que o MET permite essas pirações e combinou bem com o look completo, então dá pra passar!

Manu: Fiquei curiosa com a indagação da Ju e fui procurar. Ela é famosa na Australia e fez Transformes, filme totalmente fora da nossa realidade cinematográfica. Não curto muito essa cara de sono por que comeu mal, sabe? Hipoglicemia não está na moda. Mas gostei muito do vestido plissado. E a clutch é tipo sonho!

Desagradê da depressão

Ju: Um minuto de silêncio pela escolha de roupa mais infeliz da história da diva-mor deste blog. Sério, quem convenceu a Christina Hendricks que esse vestido Carolina Herrera em degradê MARROM ia deixá-la bonita? O decote é errado, as mangas são horrendas, o tecido é sofrível. A foto da direita é pra lembrar por que a gente ama ela: cabelos perfeitos, maquiagem impecável, pele linda e PEITÃO.

Manu: … (meu minuto de silêncio)

anna-wintour-met-ball-2011

Ju: Esse vestido pra mim é o cúmulo do “it’s my party and i cry if I want to”. Anna Wintour é dona da festa, então pode usar qualquer coisa. Mas ai, gente, esse Chanel aí não, deixa na passarela!

Manu: Eu questiono a Anna nessa seção. Amei demais esse vestido, que foi alterado para ela. O original era regata e não tinha mangas pretas. Pela primeira vez na vida, achei que ela ficou moderna vestido algo! E que chiqueza, né. Menção honrosa para o gigante Andre Leon Talley de azul royal fazendo a egípcia e roubando a cena com uma cauda sem noção.

Fofura juvenil

hailee-steinfeld-met-costume-gala-2011-stella-mccartney

Ju: Hailee Steinfeld, sua fofa, linda, gracinha, amada da tia! Acho incrível que ela sempre consegue usar roupas que combinam perfeitamente com seus 14 aninhos e com os eventos que ela frequenta. Esse Stella McCartney todo trabalhadinho é incrível e achei ótimo que a cor não apagou a atriz, que usou maquiagem leve e um cabelo bem bonitinho e apropriado!

Manu: Ai, essa menina é muito fofa! Ela concretiza os sonhos de meninas de 14 anos mundo afora! hahaha E é muito despretensiosa no vestir, o que adoro. Ela não deixa o vestido sobrepor a personalidade, sabe? Espero que ela siga no caminho certo e não vire uma Britney Spears ou uma Lindsay Lohan aos 21.

Elle Fanning and Dakota Fanning Met Gala Valentino 2011

Ju: Elle e Dakota Fanning apareceram juntas no evento, as duas de Valentino! A Elle, que tem só 12 anos, usou um vestido curtinho com renda e saia fofinha, bem ousado pra idade dela, mas eu curti! Acho que ela pode nos surpreender no futuro. Já a Dakota, que tá com 17 (DEZESSETE ANOS, porra, to velha), usou um vestidão de princesa numa vibe meio festa de 15 anos do interior, sabem? Não curti tanto.

Manu: Achei que esse vestido da Dakota é um encontro entre o vestido que a Michelle Williams usou no Golden Globes e todo mundo odiou com essa moda de vestido bolo vivo. Detestei. E a irmã Elle já teve melhores momentos usando Valentino…

Ufa! Mais uma cobertura trazendo nossas importantíssimas (NOT) opiniões sobre o MET! Depois disso tudo, fica a pergunta: o que vocês acharam? :)

Inspiração: Vitrines pela Europa!

Ando meio sumida, mas não sumi! Estou aqui e hoje trago para vocês imagens fofas de vitrines que fiz na minha viagem para a Europa. Uma das coisas que mais gosto no velho continente é o estilo do comércio de rua! Nada impede que uma loja super luxuosa como a Chanel se instale em um bequinho (como em Veneza), em uma grande praça (como em Florença!) e conviva pacificamente com outras lojas mais simples. Dá para sair caminhando tranquilamente, observando tudo e aprendendo muita coisa sobre styling! As vitrines são muito caprichadas, bem pensadas e lindas demais!

Não sou dessas de ficar comparando nosso país com outros, mas imagina que legal dar de cara com uma Chanel ali na Rua XV (pras Curitibanas amigas!). Ou, menos irreal, se os comerciantes de rua caprichassem um pouco mais no visu, na apresentação de suas lojinhas e houvesse segurança nas ruas? Ia ser bom demais, ainda mais pra quem, como eu, já adora passear pelas ruas olhando as novidades.

Além do comércio de rua, em Paris, existem as famosas Magasins como a Laffayette (da foto acima), a Printemp e a Collete. São legais também, com o conceito de que roupas, bolsas e outros acessórios ficam ali, a seu alcance! É bem legal e eu vi muita coisa linda (uns vestidos ENLOUQUECEDORES!). Vale a pena subir e passear nos andares superiores, nem que seja só para olhar as calças e vestidos de mais de 5 mil euros! Uma pena que não dá para ficar fotografando, né?

Mas vamos as fotos!!

Chanel (Firenze e Paris) – Manequins com cílios enormes, unhas rosinhas e perucas pretas. Em Paris, na vitrine, aquele vestido fofo que a Emma Roberts usou esses tempos com tweed e plumas.

Alberta Ferreti (Roma) – A vitrine estava linda num estilo meio boho (só eu amei muito a peruca???), manequins de batom vermelho e cílios fofos, com lindos vestidos de seda.

Fendi (Roma) -  A fendi estava com tema mais sisudo, mas não menos charmoso. Esse primeiro look é perfeito! A clutch turquesa fecha com chave de ouro. Reparou como a marca é voltada para mulheres mais velhas? Olha o estilo do cabelo do manequim! E o sapato?? Vale um rim? Muito lindo! 

Dolce & Gabbana (Roma) – Todas essas ficam na Via Condotti, rua de três quadras, com a maior concentração de lojas de grife que já vi… sim, em NYC também tem, em Paris, Portugal, Espanha também. Mas em Roma a questão é concentração. Você anda pouco pra ficar chique por lá hahaha. Na Dolce, a coleção de verão, com rendas, já tinha chegado. Essa bolsa é muito bonita!

Burberry (Roma) – Vi essa jaqueta várias vezes na viagem e em todas me derreti! É linda demais. Se tivesse uma dessa, acho que não precisaria de outras peças de roupa hahaha

Valentino (Roma) - A vitrine do Valentino estava apaixonante! Vestido nude com babados perfeito, bolsas de tachinhas e um sapato muito fofo!

Ponte Vecchio (Firenze) – As lojinhas de joias da Ponte Vecchio em Firenze são maravilhosas. Eles tem um trabalho com o outro, de deixá-lo ainda mais brilhante que eu fiquei impressionada. É uma espécie de cinzelada, não sei explicar. E esses anéis, heim?? De chorar! haha

Max Mara (Roma) – A Max Mara estava uma graça com muitos vestidos em tons pasteis e neon, dá para levar um de cada, moço? Haha, quem dera!

Gucci (Paris) – Não me empolguei tanto com esse sapato da Gucci. Achava que era mais bonito na vida real. Mas a cor é bem legal!

Cerruti (Paris) – Por fim, uma vitrine muito charmosa da marca Cerruti em Paris. Bem no estilo parisiense, né? Minimal chic e despretensioso.