Sem Finesse no SWU!

Em primeiro lugar, desculpa pelo sumiço blábláblá whiskas sachê. Ando meio trabalhando demais, um pouco sem inspiração e para completar, o meu computador me abandonou nessa semana (e junto com ele todos as imagens inspiração do Sem Finesse!). A Ju falou meio en passant, mas a gente foi juntas ao SWU!

O festival é meio forçadin, com toda a história de salve a natureza e montanhas de lixo no gramado, mas isso já foi bem comentado. A estrutura era realmente impressionante, principalmente a área dos palcos, que funcionava direitinho, com shows sistemáticos, música sem parar (com a exceção de uma pausa na segunda, que só a Ju sofreu porque eu só fui no domingo!).  Uma coisa fofinha era a roda gigante, que funcionava com as pedaladas em umas bicicletas ergonômicas de quem quisesse usá-la!

Chegar e sair de Itu foram as partes chatas da bagaça, além do frio ABSURDO que fazia naquela fazenda. Olha nós felizes da vida chegando no festival, incautas do CONGELAMENTO IMINENTE!

E os looks completchinhos (eu ainda tinha jaqueta de couro na bolsa, imagina a Ju, só com essa roupinha num frio de 10 graus com sensação térmica de, sei lá, 5?)

Ju trabalhada no manuelismo com bolsa Misako e pashmina Accessorize emprestadas desta que vos fala. Pra completar, shorts preto, cardigan azul lindo, meia marrom e botinha cowboy fofinha.  E cabelón ao vento!

Eu, numa vibe meio desfocada andante, com shorts e bata Farm, camisa requião da Zara, bota da Zara e bolsa Kipling. O óculos é rayban e a cara é OBA VOU VER A REGINA SPEKTOR.

Falar em Regina, a Ju que me desculpe, mas vi ela de pertinho assim só dez metros nos separavam. A falta de vírgulas é motivada por uma hiperventilação que me toma cada vez que penso nisso!

Ela não é linda? O que são esses cachinhos fofos? Já que esse blog é de meninices, o batom PHYNO,  a Ju me ensinou que é o Lady Danger.  Numa tradução tosca, a Regininha andou dizendo por aí que “sempre coloco meu batom vermelho favorito antes de subir no palco. A cor é fantástica por que é muito vibrante. Não importa como eu me sinta antes do show, então estou pronta – é meu momento ‘ok, agora vou fazer meu show’. Ele realmente muda tudo”.

E aqui está ela cantando Fidelity no fim do show. OBRIGADO OBRIGADO OBRIGADO OBRIGADO!

Cute overload.

por Manu


Define beleza

Sério, repitam comigo: PUTAQUEOPARIU, Christina Hendricks. A amada ruiva (que já foi tema aqui no blog pelos looks da sua personagem em Mad Men) apareceu mais linda que nunca na edição de julho da LA Times Magazine.

Esse delineado gatinho que vem desde o começo do olho é TÃO bonito, mas tão difícil de fazer! Mas dá um toque muito bonito – principalmente se você é pouco bonita, que nem a Hendricks.

No site da revista dá pra ler uma entrevista bacana com ela, que comenta um pouco sobre sua personagem em Mad Men, sua paixão por música (ela toca acordeon!) e várias outras coisinhas.

Define beleza musical

Foi nessa matéria que descobri que a Christina Hendricks participou do vídeo do Broken Bells, projeto paralelo do James Mercer, do The Shins, uma das bandas que eu mais amo no mundo. Se você não conhece, precisa conhecer, vai mudar a sua vida. A Natalie Portman que disse.

Ah! E se você é fã de Gilmore Girls (e aí te considero pra caralho) você provavelmente já viu o Shins naquele episódio hilário que a Paris beija a Rory. Conheci uma das minhas bandas preferidas vendo uma das minhas séries preferidas :)

por Julia

Russian Red

O Russian Red é um dos vermelhos mais bonitos da MAC e muita gente sabe disso, mas pouca gente conhece a banda-de-uma-mulher-só que ganhou o nome em homenagem ao batom. O nome foi escolhido pela espanhola Lourdes Fernández, de apenas 24 anos, para o seu projeto musical.

As músicas são bastante despretensiosas, a maioria no esquema violão e voz – e a voz da Lourdes é linda, uma mistura única de Ingrid Michaelson* com um quê de Cindy Lauper (o Russian Red tem um cover de girls just wanna have fun, aliás!). Além de transbordar talento, Lourdes também é bonita até dizer chega:

Eu estou meio dependente dessa música nesses últimos dias, olha só quanta beleza-talento-que-inveja-desse-cabelo-retrô:

Pra quem ficou curiosa, dá pra baixar o primeiro disco da Lourdes, lançado em 2008, aqui. Espero que gostem da dica de música de menininha! : )

*Se você não conhece Ingrid Michaelson é porque não assiste Grey’s Anatomy, então fica aqui a minha sugestão para conhecer os dois! Sua vida vai ser muito mais feliz – ou triste, porque Grey’s é de assistir com o lencinho do lado.

por Julia

Estilo: Shingai-Shoniwa

Fiquei chocada quando vi que nunca falei de música aqui, então resolvi fazer um post juntando uma dica de música boa com uma amostra do estilo da Shingai-Shoniwa, fenomenal cantora do The Noisettes.

Shingai nasceu no Zimbábue e foi para Londres quando era pequena. Lá ela montou a banda com o guitarrista Dan Smith e o baterista Jamie Morrison. Eles fazem um som que mistura rock com soul e é bem dançante e divertido. A voz da Shingai é absurdante, e a mulher tem uma presença de palco impressionante.

Mas é claro que presença de palco não é nada sem um visual à altura, e nesse quesito ela é diva absoluta. Uma das coisas mais legais que eu notei é que ela abusa de maquiagens bastante coloridas e brilhantes. Olha a maquiagem dourada loosho pra tocar no Abbey Road (fina!) e aproveita pra ir ouvindo a música durante o post:

Essas duas imagens (oi, printscreen) são do vídeo dessa música. Olho dourado sem glitter e com um batom meio-nude-meio-dourado e olho pretão com prata e batom vermelho alaranjado.

Essa é uma das minhas fotos preferidas, sem dúvida. Quem aí tem carão pra usar sombra verde, batom alaranjado e roupa que mistura estampa gráfica e um laço gigante? Bafônico.

Ela sempre usa cores bem marcantes e estampas com essa pegada mais étnica, além de usar umas roupas bem loucas – figurinos, não roupas de gente normal, mas essa é a graça de ser rockstar.

Pra fechar o post, mais um vídeo: se você não gostou da música ali de cima você não é broder, mas veja esse aqui mesmo assim. Olho roxo com laranjado, batom também bem laranjado e brinco turquesa. Lindeza!

Pode ser que os looks não sejam os mais usáveis, mas o legal de ver gente que ousa e se diverte com o estilo é que dá pra se inspirar pra sair das roupas e maquiagens de sempre!

Por Julia